Segunda-feira, 31.05.10

PAPOILAS/ Para fazer inveja a alguém!

 

 

Ontem disse que os nossos mangericos fazem inveja aos que eu vi no Jardim Botânico, mas hoje tenho que “dar a mão à palmatória” quanto às papoilas. As nossa são pequeninas e se quando eu era miúda se espalhavam por todos os trigais, hoje só muito raramente aparecem nas bermas da estrada onde a mão da Monsanto* não chega. Estas não, são enormes e de várias cores, amarelas, salmão, pinky, rosa, já para não falar do vermelho que tantas vezes caracterizamos como de papoila. E estas estão que nem princesas nos jardins do Casino de Montreal!

E advinhem lá a quem eu faço inveja!

 

* A Monsanto é uma multinacional americana que produz pesticidas

 

 Ora vejam:

 

ina

 

   

 

   

tags:
publicado por naterradosplatanos às 00:37 | link do post | comentar | ver comentários (11)
Sexta-feira, 28.05.10

Um cheirinho a St António

 

 

Tinha pensado escrever as minhas impressões sobre a cidade do Quebec mas mudei de ideia, fica para depois .

 

Hoje fui pela segunda vez ao Jardim Botânico  porque se anunciava um rendez-vous horticole com a promessa de mais de 100 expositores, plantas de colecção, novidades hortícolas… e claro fiquei interessada, dada a minha paixão por hortas. Porém,acho que as minhas expectativas são sempre demasiado elevadas e daí a minha quase normal desilusão.

 

 Não havia propriamente nenhuma verdadeira novidade e por isso deambulei pelas tendas mais ou menos ao sabor do acaso. Entrando na tenda que anunciava herbes  aromatiques entretive-me a passa-las com cuidado para ver se havia alguma que não conhecia, lá estavam o rosmaninho, a salvia, os coentros, o basilico, a erva cidreira, a hortelã pimenta… e eis senão quando os vejo lá, escondidinhos quatro pequenos vasos de mangericos! Sim mangericos, mas não se apressem a pensar que são daqueles redondinhos em vasinho de barro, com um cravo de papel espetado e nele a bandeirinha com o versinho respectivo! Nâo, não era desses, que desses só os há aí. Aqueles tinham a rama esparramada, mas que eram mangericos lá isso eram pois eu cheirei-os! Fiquei a saber que o seu nome científico é ocinium basilicum “Aristóteles”  pois lá estava ele escrito na plaquinha  enterrada no vaso e, estando-se num Jardim Botânico nem podia ser de outra maneira!

 

Ora comparem lá e digam-me, tem comparação possível?

 

 

    

 

( estas duas foram tiradas da Internet)

 

publicado por naterradosplatanos às 22:45 | link do post | comentar | ver comentários (5)
Quinta-feira, 27.05.10

Porque me interessei eu pelas bocas-de-incêndio?

 

 

 

Nunca me lembra de dar conta de tantas bocas-de-incêndio como aqui, talvez nem tivesse dado por elas não fora um artigo que saiu em  “The Gazette” que é o jornal diário da cidade de Montreal, em língua inglesa .

Ora vejamos primeiro o título da notícia: You can’t park by a fire hydrant – except when you can! Tranduzindo,  não pode estacionar junto de uma boca-de-incêndio – excepto quando pode!

 

Lida a notícia se percebe que é uma queixa, entre muitas, feitas ao Provedor (ombudsman) da Câmara de Montreal. A queixa é de um cidadão que refere que  a sua rua tem a cada esquina uma boca-de-incêndio, nada de especial até aqui tendo em conta que elas estão sempre a poucos metros umas das outras. O  que faz notícia é que tendo parado a menos de cinco metros  de uma delas foi multado em $52 e que  quando estaciona  em frente da  outra e coloca dinheiro no parquímetro (que está exactamente por detrás) já o não é!! Reclama pois, dizendo que não faz sentido que a municipalidade implante parquímetros onde a lei geral o proíbe insinuando que faz aquilo que nós chamamos de caça à multa.

 

E pensamos nós que só na nossa terra existem anacronismos! Não, por aqui também existem.

 

Lida esta notícia dei por mim a tentar descobrir se encontrava alguma boca-de-incêndio nesta situação  e então elas foram aparecendo de todas as cores e feitios, acabadinhas de pintar, outras que não vêem pincel nem lata de tinta há muitos anos, outras estilizadas e ainda as clássicas. Ainda outras com ar de boneco de desenho animado, outras com ar tímido com o seu chapelinho que a mim se  parece uma boina basca!

 

 Ora reparem no que eu escolhi para ilustrar o que digo.

Ah! Já me esquecia de dizer que encontrei uma verde, sim verde assente em relvado obviamente verde . E então digam-me lá se não é outro anacronismo a juntar ao anterior!

Como é que um pobre bombeiro na aflição de um incêndio vai encontrar o dito fire hydrant tão bem camuflado ? Respondam se souberem.

 

P.S. Garanto-vos que ainda tenho esperança de encontrar uma lilás.

 

   

 

 

  

 

  

 

Acrescento ainda esta que mostra que uma ligação às bocas próprias de um edifício na Baixa está exactamente num sítio em que é possível estacionar legalmente!!!

 

 

 

 

 

publicado por naterradosplatanos às 01:24 | link do post | comentar | ver comentários (7)
Terça-feira, 25.05.10

VITORIA'S DAY

Não era o assunto sobre o qual eu tinha pensado escrever (lembram-se que eu tinha prometido explicar o meu súbito interesse pelas bocas de incêndio) mas se não o fizesse agora perdia a oportunidade.

 

Ontem dia 24, 2ºf foi feriado nacional no Canadá  o que proporcionou, incluindo a nós, um fim de semana alargado.  Os canadianos comemoravam o DIA DA VITÓRIA! Mas que vitória? Não a vitória escrita  referente a qualquer uma batalha que por estes campos tivesse acontecido! Não, mas VITÓRIA com letra maiúscula, sim porque neste dia se comemora o dia do nascimento da “Queen”, Vitória de seu nome, que governou durante 70 anos a Inglaterra e deu corpo à Comunidade Britânica e que nasceu e viveu no séc XIX!

 

Porém, os Quebecanos e não obstante serem sempre um pouco avessos à  Coroa e ao que a ela diz respeito, não deixam de o aproveitar, mudando-lhe o nome para DIA DOS PATRIOTAS,( leia-se, os que lutaram e lutam de forma mais ou menos ostensiva pela independência do Quebec).Já agora acrescento que os Hurons (aborígenes destas terras) embora não querendo render homenagem mesmo que indirecta à rainha, decidiram que para eles o dia 24 de Maio comemora o dia em que, há 20anos, lhe foram reconhecidos os direitos ancestrais às terras do norte!!!

 Enfim, todos têm pretexto para gozarem um feriado e usá-lo como bem entendem,uns  para florirem os seus jardins outros para fazerem os primeiros barbecues, embora quanto aos Hurons não saiba bem o que terão feito dele !

 

Mas voltando aos canadianos  e à sua afectiva e efectiva ligação à Coroa Britânica. Ela é de tal forma assumida que o governo actual é favorável à instituição de uma monarquia constitucional no Canadá!!!  Não vou explicar aqui exactamente como isto funciona pois poderia não interessar à maior parte dos(as) meus leitores(as) mas  digo só, eles são de tal forma ligados a esta questão que a coroa anda por todo o lado 8mesmo que às vezes enferrujada!!

 

Vejam só estas fotografias tiradas há dias em Ottawa.

 

 

 

 

Ou então  imortalizam a "Queen"  em bronze  para mostrarem quanto a amam, já que não a podem ter carne e osso! 

 

 

publicado por naterradosplatanos às 22:50 | link do post | comentar | ver comentários (9)
Domingo, 23.05.10

" Agarrei" o arco-iris!

Ao contrário do que tinha pensado resolvi vir ao "blog". Aqui vos deixo apenas duas ou três fotografias das "Chutes Montgomery" (perto de Quebec City)

 

 

 

publicado por naterradosplatanos às 22:03 | link do post | comentar | ver comentários (9)
Sexta-feira, 21.05.10

Desculpem / Excusé moi / Sorry

Estamos de fim de semana alargadíssimo na cidade (toda francesa ) do Quebec!

Aparecerei aqui de novo na 3ªf.

publicado por naterradosplatanos às 23:59 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Quinta-feira, 20.05.10

De que cor são as bocas de incêndio?

 

De que cor são as bocas de incêndio?

 

Se eu perguntar, um coro de vozes dirá: são vermelhas!

Sim, o vermelho associamo-lo nós a perigo ou a algo relacionado, estará já mesmo impresso nas nossas memórias genéticas. Há vermelho nos semáforos, nos sinais de trânsito que indicam perigo, os carros dos bombeiros são igualmente vermelhos e, até há pouco tempo, eu acrescentava as bocas-de-incêndio. Sim, porque agora não as acrescento a esse rol relacionado  com perigo! E porque as tirei eu desse conjunto? Precisamente porque aqui, Canadá, elas quase esgotam as cores do arco-íris! Na realidade só não encontrei (quiçá até à data) nenhuma violeta.

Ora vejam as que eu fotografei.

 

(Amanhã conto o porquê deste meu súbito interesse pelas bocas de incêndio)

 

 

 

 

 

 

publicado por naterradosplatanos às 17:15 | link do post | comentar | ver comentários (5)
Quarta-feira, 19.05.10

A Ottawa dos turistas e a outra Ottawa

Sempre tinha ouvido dizer que Ottawa era uma cidade muito bonita. Sim é, aquela que nos é mostrada quando como turistas chegamos em grandes e lustrosos autocarros e nos desembarcam em frente do que há de bonito para ver. Mas a outra? Aquela que se vê calcorreando as ruas ao sabor do acaso, virando aqui, indo mais além, atravessando outro cruzamento, embrenhando-nos na cidade… Porém, esta  minha observação aplica-se a toda e qualquer grande cidade e não apenas a Ottawa. É assim em qualquer uma e só porque “entramos e saímos” nelas a correr é que não vemos o resto e, esse resto são também algumas as ruas pouco limpas e com casas degradadas, os grafittis nas paredes, os jardins por cuidar…

 

O que nos levou a Ottawa nesta altura foi o anunciar-se o Festival das Tulipas, mas que desilusão! Mesmo indo a meio das três semanas que era suposto durar, as tulipas já meias desfloradas preenchiam  apenas pequenos espaços e alguns canteiros em algumas ruas. Mais uma vez constatei a diferença entre o que se anuncia e a realidade!

 

 Tirando esta minha apreciação não há dúvida que Ottawa tem sítios lindos, lindos em consequência do sítio onde os monumentos estão implantados e da arquitectura dos edifícios em si, dos relvados que os rodeiam... Para lá disso tem alguns arranha-céus que se espelham uns aos outros e depois as ruas comerciais tipicamente americanas, isto é, aquelas em que  todas as lojas se parecem com precários armazéns…

 

Vejam as imagens das duas Ottawas a que vêm os turistas e a outra e então compreenderão melhor o que eu digo.

 

 

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

publicado por naterradosplatanos às 00:33 | link do post | comentar | ver comentários (5)
Terça-feira, 18.05.10

Conhecem os liláses?

Conhecem os liláses? Dito assim os meus leitores mais novos são capazes de não se lembrarem!

 

Ontem tinha pensado que hoje ia escrever sobre Ottawa, onde estivemos no fim de semana, mas fica para amanhã pois como hoje dediquei o meu dia ao Jardim Botânico decidi pois mudar de ideias. Penso que o jardim ainda está longe do seu auge, os trabalhadores do mesmo estiveram três meses de greve por aumento de salários, e como tal isso nota-se no Jardim.

 

 Porém os lilases não devem ter sentido a falta dos cuidadores pois eles estão na sua verdadeira pujança. E porque escolhi eu os lilases em vez de, por exemplo, o Jardim Chinês para assunto do meu  post? Simplesmente porque eles fazem parte das minhas memórias de infância…

 

 A Lena lembra-se com certeza do lilás que havia junto ao muro do quintal da D.Maria do Sr Coronel, exactamente onde pegava com o da vovó. Todos os anos pela Primavera se vestia de cachos de flores lilases que pendiam para o lado de cá e que enchiam de aroma o que na altura era um pequeno quintal para nosso encantamento...

Esta imagem invariavelmente vem-me à memória quando os vejo  e até já plantei um no meu jardim, embora sem sucesso pois nunca conseguiu sair de um pequeno arbusto de flores muito primárias. Sim, porque estes que fotografei  têm pouco a ver com os lilases que os originaram, estes, segundo a informação que os acompanhava são “cultivares” criados com o propósito  de serem assim MAGNÍFICOS!

 

A natureza pode ser maravilhosa na sua genuinidade mas a criatividade do homem faz com que ela (natureza)se suplante. Apreciem estes maravilhosos lilases  que a minha click- clack fez para vós!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por naterradosplatanos às 03:03 | link do post | comentar | ver comentários (9)
Domingo, 16.05.10

Os meus leitores(as) não são nada curiosos!

Pois, se ainda tiver leitores, eles não são nada curiosos ou não repararam no *nº (?) que quase todas as vezes aparece no fim de cada post ! Assim sendo hoje resolvi desvendar o que isso significa.

 

 Ao longo de um mês (tempo que aqui estou) nunca saio à rua que não me espante com o tal , sim porque estamos num país que nas estatísticas internacionais, está entre os mais ricos e simultaneamente com um dos melhoros níveis de qualidade de vida no Mundo. Não estamos em Portugal! Pois, esse *nº significa o nº de pedintes que tenho vindo a contar diariamente: são velhos, novos, de meia idade, cegos ou coxos, brancos ou aborígenes  ( negros não vi porque talvez aqui há poucos), simples pedintes ou mesmo sem abrigo carregando os seus cartões!!

 

Podem dizer que são poucos, que raramente contei uma dezena e que em dois milhões de habitantes isso não é nada! Mas o meu deambular é restrito em área e como tal não existirão só estes e, que assim fosse, esses mesmos não deveriam existir pois seria fácil tira-los da rua.

De certo modo a situação impressiona-me embora hoje uma ( e que me desculpe quem fotografei) fez-me sorrir! As outras não evidentemente…

 

Mas este jovem é imaginativo e devia ser aproveitado!

 

 

 

 

Isto em Montreal, Quebec, Canadá (país do 1ºmundo)!

publicado por naterradosplatanos às 20:43 | link do post | comentar | ver comentários (9)

mais sobre mim

Maio 2010

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
15
17
22
24
26
29
30

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

tags

favoritos

subscrever feeds

blogs SAPO