As " muskokas" e o Sr. Coronel

 

 

Olhar, é diferente de ver e por isso muitas vezes usamos a expressão “ ver com olhos de ver”. Pois é, só agora quando das Conferências do G8/20 em Toronto e consequentemente das reportagens que vieram nos jornais, mostrando os ambientes em que decorriam, é que eu me apercebi das muskokas. Às vezes é assim, as coisas estão lá e porque só olhamos distraidamente, não as vemos! Às vezes é preciso elas adquirirem um certo protagonismo para depois as vermos por todo o lado…

 Foi assim com estas simpáticas, tradicionais e confortáveis cadeiras que tiveram patente registada em 1905. Estas muskokas estavam em todas as áreas ajardinadas e faziam parte integral da decoração de qualquer relvado, aliás, elas têm o nome genérico de grass chairs. O nome muskoka vem-lhe de uma região especialmente de férias onde as habitações são  cottages  e onde não faltam em qualquer relvado. Também assim acontecia agora na Nova Scotia e foi aí que eu passei a vê-las por todo o lado!

Agora, podem perguntar, mas que têm a ver as muskokas  do Canadá com o Sr. Coronel? Têm, simplesmente porque o Sr. Coronel de que eu já falei tinha uma! O Sr Coronel que vivia na casa ao lado da minha avó, tinha já uma dessas cadeiras, a única diferença é que as costas e o assento eram feitos apenas de uma única peça. Hoje que falo disto estou a vê-lo sentado numa dessas cadeiras na varanda que dava para o tal quintal que tinha um lilás lá ao fundo!

Aqui deixo as muskokas que fotografei juntamente com  memórias da minha infância.

 

Nota: já pesquisei e na internet vendem-se planos de muskokas a $ 12.50. Vou encomendar uns para mandar fazer para o meu relvado alentejano.

 

 

 

 

tags:
publicado por naterradosplatanos às 18:00 | link do post | comentar | ver comentários (3)