Visita à "Assurance Maladie"

 

 

 

 

      

Ontem tive a minha primeira experiência na “Assurance Maladie”. Felizmente não foi por doença, mas única e simplesmente porque decidi ir tomar a vacina da gripe uma vez que chegando aí dia 24 de Novembro e a Portalegre mais tarde, possivelmente já não teria oportunidade de me vacinar.

Já anteriormente tinha referido aqui que, segundo as notícias e as manifestações, há dois milhões de quebecanos que não têm médico de família! Portanto o Estado recorre pois ao particular para providenciar serviços de saúde que não são desejaveis nos hospitais. Assim os serviços de saúde a que pertenço são os do Plateau-Mont Royal Bourough fornecidos pela Clinique medicale de la Cité, aqui bem perto do hotel.

Tirei-me dos meus cuidados e anteontem fui lá para o efeito (vacinar-me). Apresentei o meu cartão de saúde do Quebec e tudo bem, mas pediram-me logo para ir no dia seguinte depois da 13.00 uma vez que na altura só havia um médico e uma enfermeira…

No dia seguinte lá estava eu, sala de espera cheia, serviço lento e a hora do inglês a aproximar-se. Decidi então voltar depois da aula…nova espera e parece que a situação um médico, uma enfermeira se mantinha… hora e meia depois fui chamada, tomada a “pica”metem-me um papelinho na mão e dizem-me “you have to pay 20 dollars”. 

Vinte dólars! Na conversa de fim da tarde, com quem tem a paciência de me ouvir todos os dias, fiquei a saber que aí custa 7€ e é aplicada de graça no centro de saúde!

Na sala de espera estava um quadro dos serviços que a “Assurance Maladie” não comparticipa e entre eles ficaram-me na cabeça os seguintes: 40€ para tirar sangue, 120 para a vacina da Hepatite A, 180 para a Hepatite B, 50€ para ser atendido sem consulta marcada…além da vacina da gripe que tomei e mais uma série de actos que não retive.

 

Em jeito de conclusão, aqui os Serviços de Saúde/ Assurance Maladie também não são todos gratuitos como muitas vezes, daí, desse lado do Atlântico, somos levados a pensar…

publicado por naterradosplatanos às 21:40 | link do post | comentar