Quarta-feira, 30.03.11

Será que os cartoonista se copiam ou a política é igual em todo o lado?

 

 

Não há semana que não ouça ou leia os pedidos para que o Primeiro Ministro (do Canadá) se demita…depois são as críticas à educação com os professores a reinvidicar melhores salários e melhores condições de trabalho (?), descontentamento com o serviço dos hospitais – de momento estão a ser reavaliadas 15 mil, disse 15 mil mamografias por se terem encontrado erros de avaliação. Mais ainda um hospital sem capacidade que, num dia de aperto, teve que requisitar o café ao lado, sim e repito, o café ao lado para estenderem as urgências (!!) ( um dia destes conto em pormenor). Mais ainda… há coisa de um mês li que uma série de administradores hospitalares tinham ido em embaixada aos países árabes em busca de doentes ricos para os convencerem a virem-se tratar ao Canadá, e assim contribuírem para o orçamento dos mesmos! Tenho ainda lido sobre as listas de espera de seis meses e ainda a queixa de que medicamentos para certos tipos de cancro não serem  comparticipados… Depois também há a polémica, não dos submarinos como aí, mas dos 65 caças bombardeiros que custando 30 biliões de dólares  a oposição não acha necessários! As más línguas (dos jornais) até insinuavam que a intervenção do Canadá na Líbia era uma maneira de justificar a compra dos ditos! Depois o membro do governo que é obrigado a demitir-se por má prática e que sai com uma indemnização de 144mil dólares  e direito a reforma antecipada sem penalizações etc.etc.etc.

 

Enfim, tudo isto já  eu ouvi por aí (se excluirmos a ideia de ir arranjar doentes ricos onde eles se encontram).  Constato pois que a diferença está na riqueza natural do Canadá que é enorme, e apenas isso, porque as pessoas essas são as “mesmas” e os problemas são similares!

 

Assim aqui vai este cartoon que atesta bem o que os Canadianos pensam do seu Primeiro Ministro (Stephen Harper) e o que não sofre o seu ministro das finanças! 

 

p.s. O Cartoon vinha no Globe and Mail,  do qual eu fiz esta fotografia.   

 

 

publicado por naterradosplatanos às 00:12 | link do post | comentar | ver comentários (5)
Segunda-feira, 28.03.11

Uma trouxinha azul que devia ser cor-de-rosa!

 

 

   Já era primavera, mas também já era noite quando me trouxeram uma trouxinha vestida de azul!

Sim, vestida de azul, porque nessa altura um nascimento trazia  sempre uma surpresa… e uma menina vestida de azul  sempre era mais aceitável do que um rapaz de cor-de-rosa!

Isto quer dizer que eu fiz o enxoval todo em azul, e algumas coisinhas em amarelo… a enfermeira preferiu o azul.

Escusado será dizer que me entrou uma bonequinha em casa, uma menina como eu tanto desejava mas, também levei comigo uma boneca chorona!

 

 Tudo passou e ela foi crescendo sempre como a minha boneca, já que as duas estávamos sozinhas durante a maior parte do tempo...e assim foi até aos três anos! No entretanto houve férias em Bragança, nem sempre pacíficas pois era a mãe a querer educar e dois avós, de uma primeira neta, a “deseducar”!    

Assim um dia… a menina Patrícia  apanha uma esferográfica e vá de fazer um lindo desenho no maple da avó! Mas a avó Alice, sempre tolerante, apenas lhe pergunta: - mas quem fez isto? E com a sua carinha inocente de menina de dois anos responde-lhe: - foi aquela Pepi! - apontando para uma fotografia dela que a avó tinha lá na parede da saleta! A partir daí muitas vezes é assim carinhosamente chamada!

 

Depois a Patrícia foi crescendo como uma menina amorosa, passou pelo Jardim Escola, que ela ainda hoje faz questão diz ser dos melhores tempos da sua infância, depois veio  o Colégio e, logo a partir daí se   foi revelando a aluna perfeita que sempre foi. Depois o Ciclo e o Liceu, sempre cumpridora e a quem nunca foi preciso mandar estudar e, como tal, sempre entre as melhores alunas, senão a melhor. Entretanto houve a ginástica e a natação com igual empenho como o atestam algumas medalhas que estão lá por casa… Depois a faculdade que terminou como a melhor aluna do seu curso e que como tal se viu distinguida pela mão do Sr. Ministro de então.

 

Hoje dia 28 deve ter igualmente cumprido mais uma meta a que se impôs: entregar a sua tese de Doutoramento!

 

Obrigada minha querida por todas as alegrias que nos deste.

   

   *    na fotografia a Pepi tinha 9 anos, estava na 4ª classe e foi tirada pelo fotógrafo que nesse dia foi à escola.

 

   

publicado por naterradosplatanos às 00:05 | link do post | comentar | ver comentários (12)
Sábado, 26.03.11

200... já escrevi 200 !!

 

Incrível, consegui escrever 200 posts! Neste preciso momento  (segundo o contador)  foram visitados  6063 vezes , vistas  15411 páginas e feitos 1153 comentários. Mesmo que 10% da visitas e comentários sejam meus, mesmo assim ainda é muita coisa! Até eu me espanto como o consegui fazer!

 

Aqui fica pois a minha gratidão para (e vai por ordem alfabética com um * como prémio para o e as mais assíduas): Kátia*, Fátima*, Jorge* Lena*, Susana* depois para a minha mãe, minha tia, Neca e Mª Cândida, Patrícia, Marisa e, já agora, também para todos os que me têm lido mesmo sem deixarem  comentários…

 

O regresso está para breve e talvez com ele o fim da Terra do(s) Plátano(s)  já que esta terra terá um oceano de permeio entre ela e a terra que tem um plátano no Rossio, um plátano como eu por aqui nunca vi!

 

 

*a fotografia é de um 200 feito por mim na neve do Mont Royal.

publicado por naterradosplatanos às 00:02 | link do post | comentar | ver comentários (18)
Quinta-feira, 24.03.11

“The Bear day out” and “The Groundhog Day”

 

 

 

 

    Traduzindo… o “dia em que o urso sai” e o “dia da marmota”.  (imagem da Net)

 

    Os canadianos estão sempre tão desejosos de que o longo inverno passe, e como tal estão sempre atentos às previsões meteorológicas e não só…

Eu conto, dia 2 de Fevereiro é o dia da marmota coisa que obviamente eu desconhecia. Duvidando sempre do meu inglês andava confusa e não conseguia juntar a marmota com a Primavera! Não desistindo resolvi investigar e descobri que é a mesma crença alentejana deste lado do Oceano. A única diferença é que quem a protagoniza aqui é uma marmota, aí  a protagonista é ( de certo modo) a Nossa Srª das Candeias! O dia é o mesmo, 2 de    Fevereiro como disse.

Vejamos, diz-se no Alentejo (e possivelmente em outros lugares): Se a Srª das Candeias ri (leia-se, está sol) o Inverno está para vir, se pelo contrário chora (chove) o inverno está fora!

 Vejamos como fica com a marmota: se a marmota sai do seu buraco e vê a sua sombra, isto é se está sol o  

 inverno está para continuar, se pelo contrário a não vê (está nublado) o inverno está para acabar!

 A diferença não é nenhuma, esta é apenas a versão animista da mesma crença!

Este ano a marmota segundo as notícias desse dia não viu a sua sombra e como tal o inverno brevemente acabaria…resta saber o que neste caso significa o “brevemente”!

 

Agora vem o “dia em que o urso sai”. Este ano o Urso “manda chuva” do  ZOO de Vancouver  saiu dia 9 de Março, depois de um longo sono que se iniciou em Dezembro e segundo os responsáveis os ursos não se costumam enganar, portanto supostamente o inverno devia estar a acabar! Será?

Terá acabado astronomicamente falando, mas temperaturas voltaram a cair e a neve apareceu de novo deixando de novo tudo como podem ver!

 

Foi isto que motivou este meu post depois de ter dito que a primavera, aqui, também estava a chegar...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por naterradosplatanos às 00:46 | link do post | comentar | ver comentários (9)
Segunda-feira, 21.03.11

Fui espreitar a Primavera...

 

   

 

 

 

   Hoje, dia 21 Março o calendário astronómico diz que começa a Primavera… e por isso ontem resolvi ir espreitar a sua chegada. O dia estava de sol embora a temperatura não fosse nada primaveril, no sentido que nós lhe damos aí em Portugal, pois estavam uns -5 graus pelas 9 da manhã! E que melhor sítio que o Mont Royal?  Pés ao caminho logo pela manhã para entrarmos pelo lado Este já que é o lado que tem o menor declive e, provavelmente o que teria menos gelo.

Eu explico a relação entre o gelo vidrado dos caminhos e a inclinação: há talvez uma semana que durante o dia as temperaturas têm sido positivas, e então o degelo acontece, a neve derrete e formam-se pequenos riachos que às vezes se estendem de um ao outro lado do caminho; a noite cai, a temperatura desce muito abaixo de zero e então os riachos tornam-se pistas de gelo…no dia seguinte os caminhos estão intransitáveis!

    

Hoje, no nosso passeio, deparamo-nos com algumas dessas situações e não foi fácil, mas valeu a pena pelas fotografias que pude fazer e que aqui deixo.

Como vêem a Primavera canadiana parece ter mesmo chegado mesmo que as árvoras ainda não tenham uma pontinha de verde... (aposto que aí as mimosas já estão no seu esplendor!)

 

 

 

 

 

publicado por naterradosplatanos às 00:02 | link do post | comentar | ver comentários (8)
Quinta-feira, 17.03.11

O St. Laureant ainda corre gelado!

 

 

 

Hoje estava sem assunto para o blog embora ainda tivesse uma notícia interessante para aqui “postar”, mas duas notícias de jornal de seguida poderiam aborrecer quem me lê!

 

Assim resolvi ir para a rua para ver se alguma coisa surgia…o dia estava chuvoso, caia aquela chuva melada que molha, quer com quer sem guarda chuva! Desci a Rue Blery que seguindo sempre em frente nos leva ao rio e aí constatei que, apesar dos três dias de sol, lá estava ele ainda gelado! É impressionante como algo que corre consegue gelar tão facilmente. Junto às margens está completamente gelado e lá para o meio correm enormes placas de gelo que quase nos fazem acreditar que a qualquer momento pode aparecer uma encimada por um qualquer urso distraído!

Entretanto o sol apareceu... 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por naterradosplatanos às 13:13 | link do post | comentar | ver comentários (7)
Segunda-feira, 14.03.11

Despejados na outra esquina...

 

 

 

Já tinha pensado não falar mais no assunto, mas dado o que li no jornal The Gazette  não posso deixar de o fazer.

 

O título do artigo é o seguinte: Police say they aren't 'dumping' itinerants..., mas a realidade é diferente e foi documentada por um vídeo amador que, posto no YouTube, gerou polémica.

 

 E que diz mais a notícia? Diz que parece ser prática comum a polícia prender momentaneamente os “indesejáveis” sem abrigo que pululam nas principais áreas frequentadas pelos turistas  e onde alguma moeda poderá cair no copo, mete-los no carro e literalmente “despeja-los” em áreas onde os visitantes provavelmente não irão!!

 

Eis a transcrição da notícia: There's no dumping. That's just moving the problem elsewhere," Riopel said, adding that troublemakers can be arrested or in the case of lesser crimes, physically taken a few blocks away or dropped off near a metro or residence."We don't want things to escalate," Riopel said. "We have a policy that unless we absolutely have to act, we call on the squad first."( Riopel é o inspector da polícia de Montreal).

 

Não vejo que isto pudesse acontecer em Portugal! E eu… que ainda não me habituei a esta realidade canadiana só posso transcrever o que dizia Guerra Junqueiro em  “Os Simples” e que a minha mãe me lembrou num anterior comentário:

 

 " Pobres dos pobres, são pobrezinhos

Almas sem lares, aves sem ninho

Passam em bandos, em alcateias

Pelas herdades, pelas aldeias …"

 

Isto foi escrito no séc.XIX e nós estamos no séc. XXI e eu a escrever isto no Canadá- país do 1ºmundo-!

 

pode ler aqui:

http://www.montrealgazette.com/news/Police+they+aren+dumping+itinerants/4381798/story.html

 

 

 

publicado por naterradosplatanos às 14:49 | link do post | comentar | ver comentários (3)
Sábado, 12.03.11

Nids-de-poule, potholes…

 

 

Nids de poule, potholes…

 

…em bom português, buracos no asfalto!

Normalmente ao fim de semana não escrevo mas hoje faço-o porque depois do nosso passeio matinal, de quase oito quilómetros, achei que era relevante referir-me a eles. E queixamo-nos nós dos buracos das nossas estradas, vejam só estes!

 Não é por acaso que um dia destes um jornal se referia a Montreal como a “capital dos buracos”! Na altura não tive consciência da dimensão dos mesmos, não só na quantidade mas na “qualidade” e só hoje durante o nosso passeio me apercebi desta realidade de fim de inverno…

Aqui ficam algumas fotografias que atestam, não o número, mas a sua ”qualidade”!

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por naterradosplatanos às 18:15 | link do post | comentar | ver comentários (7)
Quinta-feira, 10.03.11

In the blue...

 

 

 

      

I’m in a blue…

É o mesmo que dizer que hoje me sinto um tanto ou quanto deprimida! Nevou toda a noite e continua a nevar, o que apenas me permite a aventura de chegar à lição do Siamak…

 Debaixo da neve estão crostas de gelo que vão aumentando conforme a neve é pisada… Na realidade só ainda vi uma pessoa cair, um velhote que vinha carregado com um enorme saco e que eu ajudei a levantar. Claro, aqui as pessoas já estão habituadas e já não precisam andar com aquele “aspecto de pinguim” de que eu às vezes tenho de me socorrer, e que até agora tem ajudado a equilibrar-me por esses passeios gelados!

Como disse, hoje sinto-me… nem sei como dizer para não preocupar os que me lêem, talvez um pouco “down” e assim sendo vou fazer uma pausa e atravessar a rua para tomar um café, não digo cafezinho porque, realmente é um copo cheio até acima…

 

...

 

Cheguei! Demorei-me um pouco porque o PressCafé como o nome sugere tem sempre jornais que podes ler à vontade e foi o que eu fiz depois de pedir um “small coffee” e um enorme “muffin” de aveia e passas. Aqui ao “muffines” sem exagero são quase o dobro dos nossos bolos de arroz mesmo quando estes são grandes. Estava óptimo e o açúcar como é sabido ajuda, pelo menos a mim, a “levantar o moral” e realmente parece-me que vim um pouco melhor!

 

publicado por naterradosplatanos às 16:42 | link do post | comentar | ver comentários (5)
Terça-feira, 08.03.11

Aqui não há Carnaval como nós o entendemos.

Hoje é 3ª Feira de Carnaval aí nas nossas terras, aqui ele não se festeja!

 

 Se isso acontecesse acho que só mascarados de renas ou ursos polares, de outra forma não aguentariam! Hoje pelas 10 da manhã quando saí estavam -8, os passeios, na sua maioria, umas placas de gelo e as ruas onde os carros circulam uma papa de lama… assim não admira que esse Carnaval não passe por aqui!

Porém a palavra Carnaval não é aqui desconhecida, não senhor, só que tem outro sentido e refere-se às festas de inverno, os Winter Carnival Festivals que compreendem diversões no gelo como expliquei no post sobre a Fête des Neiges.

 

Hoje lembrei-me que há sete anos estávamos em Veneza e realmente aí o Carnaval tem algo de mágico pois na Sereníssima, só se ouve o sussurrar da multidão e entre ela o fru-fru dos veludos e rendas…  

publicado por naterradosplatanos às 17:08 | link do post | comentar | ver comentários (3)

mais sobre mim

Março 2011

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
15
16
18
19
20
22
23
25
27
29
31

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

tags

subscrever feeds

blogs SAPO