Domingo, 31.10.10

Halloween: carnaval temático

 

 

 

        

    

 

 

 

  Aí o Halloween não vem da tradição mas da imitação do que se faz por estes sítios e noutros países da Europa embora a “globalização” esteja a enraíza-lo!

Aqui o Halloween há semanas que anda nas montras materializado em abóboras, fantasmas, caveiras, teias de aranhas… As montras engalanadas com grinaldas de morcegos e caveiras pretas ou cinzentas tal como grinaldas verdes do azevinho pelo Natal! As lojas dos chineses a abarrotar com fantasias destas figuras estranhas… na rua miúdos fantasiados de esqueletos, miúdas de bruxas de chapéu alto e sapatos de fivelas  prateadas…  

 

Também constatei agora que nestes festejos há realmente uma relação entre o profano e o religioso, pelo menos no Alentejo era tradição, que hoje está a ser reavivada, “ pedir os Santinhos  ”aqui é o “Trick or Treats” que corresponde exactamente a ir de porta em porta pedir guloseimas aos vizinhos.

Hoje em passeio  pelo Outremont  ainda os jardins estavam cheios de abóboras e de tudo o que mencionei…

Eu também tive a minha abóbora, mas como não a quis furar fiz-lhe o desenho apropriado, como vêm na fotografia!

 

Amanhã, se calhar, as montras já estão cheias de grinaldas de Natal…

 

 

 

 

 

 

 

  

 

 

publicado por naterradosplatanos às 01:30 | link do post | comentar | ver comentários (7)
Sexta-feira, 29.10.10

Catwalk for fire hydrants…

A minha dificuldade no "casting" foi mesmo decidir-me entre umas boas dezenas delas! Faltam

  ainda algumas, fica para outra vez, quando não tiver melhor assunto. Porém amanhã vou apresentar duas que eu acho deliciosas e que hoje se perderiam no meio desas "ladies" mais ou menos elegantes.

Já agora... acho que não podem obedecer a nenhum código de uso, pois por definição código refere-se a um restrito nº de normas, sinais, com vista a decifrar algo e esta variedade de formas, de cores e ainda da mistura destas não se compadecem com essa definição...Já repararam que até há uma prateada?

Só me falta mesmo encontrar uma lilás...mas ainda não perdi a esperança!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por naterradosplatanos às 00:15 | link do post | comentar | ver comentários (4)
Quarta-feira, 27.10.10

Ora digam-me lá...

 

 

 

 

       

Ora digam-me lá se não é exactamente como eu dizia ", alta, elegante, distinta, bem vestida” embora um    pouco old fashion...  e com ares de coluna corintia? Espero não as/os ter desapontado!

 

Obrigado por me terem divertido com as vossas hipóteses.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 

  

publicado por naterradosplatanos às 23:40 | link do post | comentar | ver comentários (6)

Como me estou a divertir!

 

 

    

  

Ora digam-me lá se a estas caixas  do correio ( e aqui são todas iguais) se podem aplicar os adjectivos, alta, esbelta, elegante?  Além de que qualquer “coluna dórica” ficaria ofendidíssima com a comparação!

Amanhã mostro- vos a "lady" de que vos falei.

 

 

publicado por naterradosplatanos às 00:15 | link do post | comentar | ver comentários (7)
Segunda-feira, 25.10.10

Vá lá!

 

 

 

 

 

 

 

Parece-me que estão cansadas/os das minhas charadas!

O Jorge disse-me que não percebeu nada e só a Lena e a  Kátia é que fantasiaram. Mas olhem que vai sendo difícil encontrar assunto... e se eu disser que tem o aspecto de uma coluna dórica em miniatura e um capitel relativamente simples?! Vá-lá, mais uma tentativa. E tu Susana, por onde andas? 

publicado por naterradosplatanos às 21:55 | link do post | comentar | ver comentários (7)
Sexta-feira, 22.10.10

Alta, elegante, distinta...

 

  Lá estava ela, alta, elegante, distinta, “bem vestida” embora um pouco old fashion. Encontrei-a no Plateau  ontem quando por ele deambulava. Por azar tinha-me esquecido da minha “click-clack", por isso não lhe pude tirar o retrato e ainda para mais me esqueci de fixar o sítio onde a vi!

 Como vou eu agora, naquele emaranhado de ruas que parecem todas iguais,  voltar a vê-la? Acho que estava parada numa esquina, mas o Plateau tem tantas esquinas!

Se a encontrar, e “tiver coragem”, vou ser um pouco subversiva e dizer-lhe que se junte a outras e que faça, obviamente, não uma manifestação ao Maire, mas sei lá… talvez uma petição para que lhes providencie uma roupagem mais moderna!

 

publicado por naterradosplatanos às 00:15 | link do post | comentar | ver comentários (5)
Quinta-feira, 21.10.10

Aqui como aí!

Hoje, quando  saía para o meu passeio diário pensei que se não encontrasse assunto para o post de hoje teria que recorrer ao meu “ arquivo de ideias”. Este meu arquivo está na minha agenda  pois quando  me surgem as ideias, é lá que as assento e aí ficam como recurso para os dias que não encontro nada de novo… mas afinal hoje não foi preciso.

 

Ia eu a meio da Rue Saint Denis  quando me deparo com uma manifestação de homens e mulheres todos vestidos com T-shirt vermelha e para fazerem barulho, como é próprio da maioria das manifestações ( já perceberão porque digo maioria) traziam uns bastonetes ( à maneira dos pauliteiros) de plástico branco, insuflado que batidos uns nos outros fazem um barulho ensurdecedor mas que não ferem ninguém… (tipo martelinho do S.João do Porto)

Prestando atenção percebi que era uma manifestação de polícias, embora nenhum estivesse fardado. As palavras de ordem são sempre as mesmas e no mesmo tom: “Ecouté  Monsieur le Maire…ecouté…. E o que reclamavam eles? De uma maneira mais ou menos encapotada…melhores salários responsabilizando o Maire pelo  sub-financiamento  da Polícia. E aí vão eles rua abaixo, camião de som à frente, carro da polícia a trás…

 

Continuando o meu passeio  em direcção à Old Town lá fui andando e pensando se isto seria suficiente para hoje escrever.

 

 Por norma eu nunca volto para casa pelo caminho que fui e assim sendo votei na rua à direita andei mais uns quarteirões via St Catherine  para depois subir na Bleury . Exactamente no passeio de um dos mais sofisticados armazéns de Montreal, no estilo do Selfridge  de Londres, (embora muito mais pequeno) estava uma manifestação silenciosa, de gente nova, aprumada, vestindo uma bata azul e máscara hospitalar. Eram os alunos de medicina das universidades daqui e nas batas escrito, numas em francês outros em inglês, o seguinte : eu sou um dos dois milhões de quebecanos que não têm médico de família ou então, sabia que dois milhões de quebecanos não têm médico de família?  Silenciosos e aprumados, mesmo a jeito de lhes tirar o retrato... também aqui há número clausus e falta de médicos!

 

Como vêm, e esta é a 3ª manifestação a que assisto, nada é diferente, aqui como aí as reclamações são exactamente as mesmas. Estes, com razão ou sem razão? Não consigo entendar...

 

 

 

 

 

publicado por naterradosplatanos às 00:42 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Terça-feira, 19.10.10

" Tirado a papel químico"

 

      

 

  

 

Acho que todos sabem o que significa “tirados a papel químico”, evidentemente que significa todos iguais!   Assim são os meus dias de 2ª a 6ª feira… But I’m not complaining, (isto é para os filhos) e como nunca contei aqui vai a descrição.

 

No 20º andar do 400 da Sherbrook Street o despertador toca às 5:30, leram bem, 5.30 mas ainda tenho direito a mais meia hora de caminha.

 6.00 toca a levantar e depois do que normalmente toda a gente faz, vem o pequeno almoço para os dois… 6:20 estamos a descer no elevador, eu fico no 11º já de fato de banho vestido, pronta a entrar na piscina… quem trabalha desce até à garagem no piso -4.

 

Exactamente, há uns tempos para cá obriguei-me a esta actividade e acho que foi uma óptima decisão, a    piscina é excelente e a água exactamente na temperatura certa. Também lá tem um jacuzi onde a água está à temperatura de um caldeirão… mas que só usei umas três ou  quatro vezes pois acho que aquela temperatura e aquela turbulência dá muito desgaste à pele! A piscina está aberta desde as cinco da manhã até às 11 da noite… portanto não é de admirar que quando eu lá entro já veja pegadas molhadas de alguém que já lá esteve e entretanto saiu…

7:15 estou eu a sair e a regressar ao 20º, segue-se então aquilo a que os italianos designam por casalinga ou seja chega a vez dos serviços domésticos nos 70m2.

9:30 – 10:00 estou a sair para o meu passeio da manhã, para Norte ou para Sul, para Este ou para Oeste é obrigatório caminhar duas horas e ir apreciando quem passa, levantar os olhos e ver mais do que as montras têm exposto, ou então subir as escadas do Mont Royal ou descer até à Old Town.

12:00 - 12:30 ou 13:00 regresso às alturas…almoço e ram-ram até às 14:15, sair, subir a Park Avenue para às 15:00  estar a entrar na aula de conversação em inglês. O professor é iraniano, simpático e muito exigente. 16:00 desço agora Park Avenue já de regresso …

Entretanto quem foi trabalhar está a regressar e então já tudo é menos sincronizado!

Já me esquecia de dizer que às 2ªfeiras há uma pequena diferença, às 18:15 saio para a aula de aguarelas que ficam a dois quilómetros e tal daqui… mas por enquanto vou e venho a pé o que para quem adquiriu a minha prática já não é nada.

 

Isto de 2ª a 6ª, digam lá que o “tirado a papel químico” não é bem aplicado!

 

 

Lá fora começa a amanhecer...

 

publicado por naterradosplatanos às 22:10 | link do post | comentar | ver comentários (10)
Domingo, 17.10.10

Aqui não se usa a palavra Outono ( Autumn)…

 

 

      

   Excepto os falantes de língua francesa ( segundo as estatísticas aproximadamente 2%) parece que todos, sem excepção, “desconhecem” a palavra Outono! Para os falantes de língua inglesa o que existe é The Fall, The Fall para aqui The Fall para acolá… a nova colecção Fall-Winter será apresentada em… na Fall o governo anunciará as medidas…, o grupo de dança X virá a Montreal na próxima Fall e assim sucessivamente até aos Fall Sales, como hoje se anunciavam numa série de lojas na Rue St Catherine!

Realmente The Fall deve ser a estação do ano mais apreciada por estas gentes, as temperaturas são doces, os dias luminosos, a paisagem deliciosamente colorida…isto a contrastar com os rigorosos invernos em que as temperaturas facilmente atingem os -20º (que eu estou ainda para experimentar), as primaveras chuvosas e frias e depois os verões que, embora se reduzam a uns dois meses, são quentes e húmidos e portanto difíceis de suportar.

 

The Fall irá durar muito pouco mais tempo pois logo que a chuva caia a sério e o vento sopre as árvores ficarão cinzentas tal como as encontrei quando aqui cheguei há seis meses, precisamente no dia 8 de Abril…

 

Agora espero pelo branco da neve que há-de cobrir o Mont Royal, as ruas e os telhados, o Plateau e os parques… e depois de ela derreter, lá para Abril, e antes de tudo voltar a ficar verde no seu ciclo interminável de estações, espero sinceramente não ver recomeçar aqui o ciclo da natureza com as árvores a vestirem-se de novo de folhas verdes e tenras… porque então, estarei a ver o Plátano do Rossio a rebentar...

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por naterradosplatanos às 21:12 | link do post | comentar | ver comentários (13)
Quinta-feira, 14.10.10

Cape Cod e ainda Fall River

 

 

 

 

Hoje fomos ao Cabo Cod, um daqueles lugares  que, como professora de Geografia,  na altura “conheci”...

e que hoje fui conhece-lo realmente!

 

Acho que não tem muito interesse eu descrevê-lo aqui  e por isso resumo : além de ser um cabo, o que neste caso é pouco relevante, desenvolveu  uma  actividade de pesca artesanal  ainda hoje remanescente mas praticamente substituída pelo turismo.

As antigas casas que andam certamente pelas centenas  são hoje botiques, lojas de souvenirs, restaurantes, quiosques de venda de cruzeiros para observar baleias e golfinhos… Enfim, tudo está feito para aquele tipo de turistas que nós não somos.

Assim sendo e porque ontem não mostrei todas as fotografias que queria (não sei o que aconteceu mas tive imensa dificuldade em inseri-las ) resolvi voltar ao assunto, mais a mais que hoje a caminho do Cabo Cod tive a oportunidade de constatar o grande número de luso descendentes que concorrem às próximas eleições: O Alan Garcia concorre para Sherif, o Marc Pacheco para State Senador, assim como o Mickel Rodrigues, o Vieira  e o Tim Cruz para  State Representatives!

 

Também pude observar que aqui não há placares à maneira dos nossos mas uns pequenos cartões plastificados que os apoiantes de cada um  “plantam” nos jardins, à beira das estradas ou ainda penduram nas janelas. Nada de sujar paredes com cola e deixa-los lá a degradarem-se como acontece nas nossas terras!

Depois hoje em Provincetown ( Cabo Cod) também nos deparamos com mais uma série de sinais efectivos da presença dos açoreanos, a Portuguese Backery, que  por debaixo de uma Bandeira Portuguesa impressa em computador anunciava:  we sell portuguese linguiça e chouriço (delicioso de ver!) e ainda as famosas malassadas açoreana!

 

Mais à frente se anunciava, por debaixo da bandeira americana e portuguesa entrelaçadas uma na outra,  o Provincetown Portuguese Festival.

No porto onde havia inúmeros barcos de observação da vida marinha lá estava o Portuguese Princess … Enfim um nunca mais acabar de surpresas que mostram que, com certeza, à custa de muito trabalho os açoreanos conseguiram singrar por estas terras  sofrendo claro está, alguns aculturamentos…

Como estou um pouco cansada de um dia tão intenso resolvi deixar a publicação do post para amanhã...

 

Continuando hoje...

 

Ontem, já me tinha enfiado na cama (num dia dia como aquele os nossos pés já têm uma boa dúzia de quilómetros feitos!), mas como ainda não tinha sono, peguei no jornal  que se publica em Fall River, o The Herald News que metodicamente fui folheando, lendo aqui e acolá e eis que me dou com a folha dos Obituários e lá está, também eles(obituários) não desmentem a longínqua emigração  açoreana! Ora vejamos: Charles Ponte, 79 nascido (já) em Fall Rive, filho de Álvaro e Maria Ponte, veterano da Força Aérea e combatente na Guerra da Coreia(!!); Rose Marie Melo, filha de Augustino Costa e Mary Albino e irmã de Geraldina Alves,  Rosalina Câmara, 94, filha de José Câmara e Jorgina Sousa  e ainda Jannette Fernandes, 82 mulher de Manuel  Fernandes … Todos eles  eram elogiados  por serem bons cidadãos e participarem a bem da comunidade.

 

No entanto, na página que traz notícias das acções da polícia há o David Costa preso por conduta desordeira, a Jessica Figueira, 31 por não obedecer à decisão do juiz, a Loreta  Roque,25 presa por conduzir sem carta, John Andrade por ser apanhado na posse de marijuana...

 

Fico-me por aqui, pois ao contrário do que defendo (que um post deve ser curto o que dá alguma garantia de ser lido) hoje eu alonguei-me com o entusiasmo de descrever tudo o que eu vi e pressenti  sobre a vida dos açorianos que há muito mais de um século aqui arribaram…

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                                                                                                                                                               

 

                                                                                                                                                                  

 

 

 

                                                     

 

 

 

publicado por naterradosplatanos às 23:04 | link do post | comentar | ver comentários (6)

mais sobre mim

Outubro 2010

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
15
16
18
20
23
24
26
28
30

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

tags

subscrever feeds

blogs SAPO