home, sweet home!

 

As saudades que eu já tinha

 
Da minha alegre casinha
 

Tão modesta quanto eu.

 

Meu deus como é bom morar
 

Num modesto primeiro andar
 

A contar vindo do céu.

 

 

 

 

 

 Não pude deixar de incluir este post na " Terra do(os) Plátano(os)".Até 15 de Agosto
publicado por naterradosplatanos às 15:20 | link do post | comentar